Postado em 01 de Agosto de 2019 às 12h40

Ondas de choque aliviam dores musculares

Saúde (79)
Aplicado com um moderno aparelho que emite ondas de choque acústicas que se propagam pelo tecido até a região dolorida, o tratamento por ondas de choque é reconhecido por apresentar importantes resultados em pacientes com problemas como tendinites que não melhoram com os tratamentos convencionais, dores musculares crônicas e falhas na consolidação de fraturas. O…

Aplicado com um moderno aparelho que emite ondas de choque acústicas que se propagam pelo tecido até a região dolorida, o tratamento por ondas de choque é reconhecido por apresentar importantes resultados em pacientes com problemas como tendinites que não melhoram com os tratamentos convencionais, dores musculares crônicas e falhas na consolidação de fraturas. O método terapêutico alternativo pode evitar cirurgias e hospitalização de pacientes.
Geradas por uma tecnologia especial, as ondas são acústicas de baixa, média e alta energia e são focadas na região a ser tratada, fazendo com que haja liberação de substâncias analgésicas, quebra de depósitos calcificados e formação de uma vascularização. A técnica deve ser prescrita somente por um médico que fará uma avaliação clínica do caso. A duração é de aproximadamente 15 minutos, mais preparativos.
O médico ortopedista e traumatologista Joaquim Reichmann explica que as ondas de choque penetram no tecido lesado provocando um fenômeno chamado cavitação. “Com isso, são rompidas microbolhas, formando micro rupturas no tecido inflamado, o que determina a liberação de substâncias anti-inflamatórias locais e estimula o aumento na microcirculação local”.
Existem vários recursos nas máquinas que, por trabalharem com diferentes intensidades da onda aplicada no local lesionado, podem tratar tanto lesões musculares como tendinosas ou ósseas. É possível controlar a intensidade da energia com que as ondas de choque atingem o local em fase de tratamento. “Essas ondas atuam apenas em tecidos lesionados e não causam danos nos tecidos normais. Além disso, o tratamento não é invasivo e não há necessidade de internação”, destaca Reichmann.
A aplicação do tratamento nas doenças ortopédicas visa estimular o processo de cura biológica em tendões, tecidos circunvizinhos e ossos. As principais indicações são: inflamações crônicas dos tendões, calcificações no ponto de inserção dos músculos ou tendões, fascite plantar com ou sem esporão, pseudoartrose (fraturas não consolidadas) ou retardo da consolidação, calcificações periarticulares dos ombros (tendinite calcárea), epicondilite lateral e epicondilite medial umeral (cotovelo de tenista e golfista), dores crônicas, entre outras.

Veja também

Sem tabu: a importância da saúde mental29/01 A internet trouxe para o mundo milhares de oportunidades, entre tantas coisas, o fácil e rápido acesso à informação pode ser destacado. Centenas de sites de notícias e blogs foram criados, concedendo espaço para assuntos que antes eram pouco pautados, considerados tabus, como a saúde mental. Até mesmo o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem),......
Dormir bem é questão de saúde17/05/19 Uma noite mal dormida pode afetar as respostas imunológicas do organismo O sono desempenha papel restaurador no organismo. Partindo dessa premissa, é possível reconhecer que dormir bem tem relações diretamente associadas ao bom funcionamento do nosso sistema......
Outono e o Sono02/04/20 No dia 20 de março se iniciou o outono. Um prelúdio para o inverno. Estação perfeita para aqueles que gostam de um clima mais frio e nublado. Você já deve ter percebido que durante esse período nosso corpo muda, se torna mais preguiçoso. Totalmente......

Voltar para Blog

categorias-noticias