Postado em 16 de Outubro de 2017 às 11h35

Alimentação X Menopausa

Alimentação (46)Bem-Estar (62)
A menopausa é um período que traz muitas mudanças na vida de uma mulher. Entre os sintomas que geralmente acometem o universo feminino nessa fase estão o acúmulo de gordura abdominal, alterações no foco e na memória, alterações no humor, quedas de cabelos e unhas, ondas de calor, insônia, entre outras. Uma das formas de…

A menopausa é um período que traz muitas mudanças na vida de uma mulher. Entre os sintomas que geralmente acometem o universo feminino nessa fase estão o acúmulo de gordura abdominal, alterações no foco e na memória, alterações no humor, quedas de cabelos e unhas, ondas de calor, insônia, entre outras. Uma das formas de amenizar esses sintomas é focar em uma alimentação equilibrada.

A nutricionista Janice Danielli comenta que um estilo de vida saudável influencia muito nesse processo de mudança, principalmente diminuindo os sintomas típicos. Ela ainda fala que a alimentação, em especial, contribui para a reposição de micronutrientes que diminuem nessa fase e também para melhorar o humor, já que a mulher fica muito irritada.

A nutricionista fala que a redução dos hormônios ovarianos fazem com que ocorra uma desmineralização óssea. Por consequência, é necessário enfatizar na dieta e na rotina, o consumo de alimentos ricos em cálcio, magnésio e vitamina D. Além disso, os fitoestrógenos, zinco, selênio e ácidos graxos insaturados merecem atenção especial.

Importante ressaltar que não existe uma dieta específica para essa fase da vida. Porém, é recomendado que a alimentação tenha o mínimo de alimentos ultra processados possíveis, as chamadas ?Comida de Verdade?. Janice indica uma dieta rica em sementes oleagionosas e óleos vegetais, que são ricos em vitamina E, e são importantes para diminuir as ondas de calor, frutas em geral que sejam ricas em vitamina C e fibras, pois estas são necessárias para a síntese dos hormônios ovarianos. Além de alimentos com boas quantias de cálcio, vitamina D e do complexo B e ômega 3. Outra dica importante é tomar sol, 15 minutos por dia, para maior produção da Vitamina D pelo corpo.

   

A nutricionista Flávia Sell comenta que em alguns casos, é necessária a reposição desses nutrientes através de medicamentos complementares, porém só um profissional capacitado, como um nutricionista ou nutrólogo, pode indicar a suplementação.

Para complementar a dieta, nessa fase, a atividade física é muito importante e auxilia, principalmente, na regulação do cortisol, o hormônio que fica alterado diante do estresse e na melhora do humor. Flávia fala que a prática de exercícios também libera endorfina, permitindo o bem-estar físico e emocional da mulher, contribuindo para que ela se sinta confortável e confiante. Mas, é imponte lembrar que é necessário sempre procurar um profissional habilitado para a prática de exercícios, pois só ele poderá indicar o melhor para cada tipo físico e necessidade de cada um.

Veja também

Como escolher um colchão de qualidade?19/08/19 Para ter uma boa noite de sono, um colchão de qualidade faz toda a diferença. Mas, como saber qual é a melhor opção? Existem tantos modelos que fica difícil saber qual formato é o adequado para a nossa saúde. Pensando nisso, a dica primordial na hora de procurar um colchão novo é não sentir vergonha…...
Anemia: Como prevenir e tratar através da alimentação07/06/17 Os hábitos alimentares que possuímos podem dizer muito mais do que imaginamos sobre a saúde e o funcionamento do organismo. A alimentação é uma maneira essencial de proporcionar ao corpo os nutrientes, vitaminas e variadas categorias de elementos necessários......
Sono dos brasileiros12/03 Nos tempos atuais, ter qualidade de sono é algo que ainda muitas pessoas procuram. Devido a rotina acelerada do trabalho, família e vida social, a saúde e bem-estar acabam ficando de lado. Para exemplificar, segundo pesquisa realizada pelo Associação......

Voltar para Blog

categorias-noticias