Postado em 15 de Agosto de 2017 às 11h07

Chocolate nosso de cada dia

Alimentação (46)
O chocolate por muito tempo foi considerado o principal inimigo das dietas e da saúde das pessoas. Mas uma pesquisa italiana, divulgada no periódico Fronties in Nutrition, revelou que o consumo de pequenas doses diárias do doce pode, na verdade, ajudar a combater alguns problemas do nosso corpo. Isso se deve a algumas propriedades do…

O chocolate por muito tempo foi considerado o principal inimigo das dietas e da saúde das pessoas. Mas uma pesquisa italiana, divulgada no periódico Fronties in Nutrition, revelou que o consumo de pequenas doses diárias do doce pode, na verdade, ajudar a combater alguns problemas do nosso corpo.

Isso se deve a algumas propriedades do cacau, principalmente aos chamados flavonoides, que contribuem para o melhoramento de atividades cognitivas coordenadas pelo cérebro, como a obtenção de memórias, atenção e raciocínio. Os flavonoides possuem antioxidantes, o que facilita a absorção de algumas vitaminas pelo nosso corpo.

A pesquisa foi realizada com um grupo de pessoas e analisou o comportamento do cérebro, algumas horas após o consumo de chocolate. Os resultados surgiram de acordo com o perfil de cada um. O teste revelou que nos mais velhos, o consumo em longo prazo melhorou a atenção, raciocínio, memória de curto prazo e até mesmo a dicção. Além disso, ele também se mostrou mais efetivo em idosos que já possuíam algum prejuízo cognitivo, como perda de memória.

Apesar de se mostrar mais eficaz em pessoas com certa idade, o estudo também mostrou resultados positivos em pessoas jovens e saudáveis, principalmente para as mulheres. O estudo mostrou que esses flavonoides presentes no cacau auxiliaram a minimizar os efeitos da falta de sono no cérebro. Isso permitiu que elas passassem noites inteiras em claro e se mantivessem dispostas no dia seguinte, como se tivessem dormido a noite toda. Graças ao consumo do doce.

Viu só? Aquele chocolatinho pós refeição, na verdade, mais ajuda do que atrapalha. Principalmente se o consumo for do meio amargo que é composto em 70% por cacau. Agora, é só aproveitar essa maravilha do mundo gastronômico.

Veja também

Ceia de Natal saudável22/12/17 Estamos em dezembro, mês em que ocorrem muitas festividades, entre elas, a ceia de Natal. A origem dessa comemoração é europeia e iniciou como um gesto de solidariedade com os viajantes e peregrinos, junto das famílias para celebração da noite de Natal. Com o tempo, a tradição de reunir a família ao redor da mesa…...
Arco íris no prato22/01/18 Saiba o que encontrar em alimentos de todas as cores             Você sempre ouviu que para uma refeição ser saudável ela precisa ser o mais colorida possível. Mas você sabe qual a função e quais os nutrientes das cores dos alimentos? A nutricionista Raiara......
Jejum intermitente é saudável?02/05/18 Você já experimentou a sensação de ficar horas sem comer? E quase um dia inteiro? É o que sugere o chamado jejum intermitente, a dieta da moda que propõe longos períodos, de até 24 horas, sem ingerir alimentos. Segundo especialistas, esse tipo de dieta é uma......

Voltar para Blog

categorias-noticias