Postado em 20 de Agosto de 2021 às 16h29

Saúde mental: preciso fazer terapia?

Saúde (85)

Quem esteve ‘on’ no Instagram esse semana provavelmente viu um post que dizia: “E fora do story, tu tá bem?”. A frase deu o que falar, dividiu opiniões e trouxe à tona algumas consequências psicológicas que a pandemia tem causado. Ao mesmo tempo que muitas pessoas construíram casa, casaram, tiveram filhos, realizaram os seus sonhos, há aqueles que passaram por dias complicados com a perda de pessoas próximas e dificuldade financeira. Foi aí que, um simples post virou pauta nacional e desencadeou a necessidade de falar mais sobre terapia.

Uma pesquisa feita pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), aponta um aumentou de 50% nos casos de depressão e 80% nos quadros de ansiedade durante a pandemia. Ainda, de acordo com o Google Trends, somente na primeira quinzena da quarentena no Brasil, as buscas por ’terapia online’ aumentaram 88%. Embora hoje, já se fale mais abertamente sobre saúde mental e terapia, nem todas as pessoas sabem como identificar e porque devem buscar ajuda psicológica.

Na grande maioria das vezes a busca acontece somente após cenários de grande tristeza, depressão ou angústia, no entanto, é importante ver a terapia como um manutenção da saúde mental. Mas, caso você nunca tenha feito terapia e esteja se perguntando se deve fazer, existem alguns sinais que precisam ser observados com mais atenção, como:

- Alteração de humor: a oscilação de humor aponta que sua saúde mental está abalada. Alguns transtornos de personalidade, e também a depressão podem provocar variação emocional, vale a avaliação de um profissional para diagnóstico e possível tratamento.

- Baixa produtividade: desatenção, desmotivação e ansiedade levam a baixa produtividade, às vezes pode ser somente o cansaço, mas quando se torna recorrente é hora de buscar ajuda.

- Negatividade: os pensamentos negativos são parte do sentimento de pessoas deprimidas. Acontece que, essas pessoas passam a distorcer informações e ficam presas as lembranças de dor/tristeza, criando sempre um cenário negativo.

- Falta de cuidado consigo mesmo: o abalo da saúde mental causa, em fases mais sérias, o abandono do autocuidado, falta de higiene, aumento no consumo de álcool ou drogas e ainda, pensamentos destrutivos.

- Apetite e sono alterados: comer muito, comer pouco, insônia ou muito sono são alterações presentes em pessoas deprimidas.

- Traumas: passar por situações traumáticas podem desencadear irritação, tristeza e ansiedade. Ao sofrer um trauma, como por exemplo, a morte de uma pessoa querida, a pessoa pode apresentar dificuldade em se relacionar e em lidar com suas emoções.

É importante ressaltar que a terapia precisa ser vista além de um auxílio para momentos difíceis, ela pode estar presente em todos as situações e para todas as pessoas. Crucial para identificação dos sentimentos, a terapia ajuda a desenvolver o autoconhecimento, e pode também ser um momento de desabafo, ressignificação de crenças, descoberta de comportamentos e entendimento de relacionamentos. Há muitas abordagens terapêuticas que podem ser utilizadas, e também existem universidades que oferecem atendimento com preço mais acessível ou até mesmo gratuito. Pesquise sobre o assunto e esteja aberto cuidar da sua saúde mental.

  • EkoSaúde - Informação que promove saúde, bem-estar e qualidade de vida -

Veja também

Brotoeja e micose: doenças da coceira05/09/17 Brotoeja e micose são comuns nos meses mais quentes do ano. As duas são doenças de pele, porém causadas por motivos e com tratamentos diferentes. Um sintoma em comum é a coceira. Para a dermatologista, Luciane Cela, isso ocorre pois ambas provocam um processo inflamatório na pele. A brotoeja, segundo Luciane, é mais comum em crianças e surge…...
Cansaço fora do normal? Doenças podem causar essa sensação21/05/20 Costumamos associar o cansaço com o excesso de trabalho, de tarefas domésticas, de atividades físicas ou até mesmo com uma noite mal dormida. Porém, quando essa sensação de fadiga persiste por vários......
DISTÚRBIOS DO SONO19/09/19 Você sabia que cerca de 30% da população mundial têm dificuldade de dormir ou de manter um sono contínuo? Essa privação de sono está relacionada a diversas doenças, como ansiedade, depressão, dores crônicas, bruxismo, apneia do sono e demais problemas.......

Voltar para Blog

categorias-noticias