Postado em 15 de Agosto de 2019 às 18h50

Uso de eletrônicos antes de dormir

Bem-Estar (61)Sono (51)
Você já parou pra pensar qual a última coisa que você faz antes de dormir? Talvez a resposta seja mexer no celular. É tão natural levarmos o pequeno aparelho para onde formos que não pensamos quando o seu uso pode ser deixado de lado para podermos descansar. Existem também pessoas que dormem assistindo TV, ou…

Você já parou pra pensar qual a última coisa que você faz antes de dormir? Talvez a resposta seja mexer no celular. É tão natural levarmos o pequeno aparelho para onde formos que não pensamos quando o seu uso pode ser deixado de lado para podermos descansar.
Existem também pessoas que dormem assistindo TV, ou trabalhando até tarde no computador ou até mesmo se atualizando sobre as notícias do dia em um tablet. Estamos cercados por eletrônicos e não percebemos o quanto estamos conectados a eles.

Em 2016, a empresa de estatísticas Statista realizou um levantamento sobre o uso de smartphones e o resultado foi espantoso: os brasileiros passam mais de quatro horas no celular e essa média é a maior do mundo!
Parece um resultado a se comemorar, mas se engana quem pensa assim. O uso de eletrônicos deve ser moderado, principalmente perto do horário que vamos dormir. O otorrinolaringologista, especialista em Medicina do Sono e Membro da Associação Brasileira do Sono, George Pinheiro, explica que uso de eletrônicos próximo ao horário de dormir pode comprometer o início do sono e até mesmo sua manutenção. ?Há influência também na ocorrência de pesadelos, principalmente em crianças?, alerta.
Isso acontece porque os eletrônicos emitem um tipo de luz de espectro azul que inibe a produção da melatonina pela glândula pineal. É como se o cérebro ficasse ?confuso? se é dia ou noite. Com isso, ele não manda a informação de liberação de melatonina no momento certo, comprometendo o início do sono.
?Portanto, diminuir a exposição a estes equipamentos uma a duas horas antes do horário de dormir, usar a função ?não perturbe? nos smartphones para evitar os disparos de luz com as notificações de mensagens e evitar televisão no quarto são medidas que impactam positivamente na melhora da noite de sono?, orienta o médico.
Controlar o uso de eletrônicos é fundamental para a qualidade de sono e para a saúde. O que acha de monitorar o uso deles na sua casa?

Veja também

Como escolher um colchão de qualidade?19/08/19 Para ter uma boa noite de sono, um colchão de qualidade faz toda a diferença. Mas, como saber qual é a melhor opção? Existem tantos modelos que fica difícil saber qual formato é o adequado para a nossa saúde. Pensando nisso, a dica primordial na hora de procurar um colchão novo é não sentir vergonha…...
Depois dos 40 ? o que muda no nosso corpo?04/06/18 Depois dos 40 anos nosso corpo muda. Isso é um fato que não pode ser negado. Mas quais são essas mudanças? No que elas afetam o dia a dia das pessoas que estão nesse momento de transição? Calma, a gente vai te explicar quais são e como passar por esse......
Higienização de travesseiros e colchões26/09/19 Você nem sonha, mas pode estar dormindo acompanhado de milhares de visitantes indesejados, como ácaros e bactérias. Eles adoram se instalar em camas e travesseiros e podem ser os piores inimigos para quem tem alergia e rinite. Mas não se preocupe, existe uma......

Voltar para Blog

categorias-noticias