Postado em 15 de Agosto de 2019 às 18h50

Uso de eletrônicos antes de dormir

Bem-Estar (62)Sono (50)
Você já parou pra pensar qual a última coisa que você faz antes de dormir? Talvez a resposta seja mexer no celular. É tão natural levarmos o pequeno aparelho para onde formos que não pensamos quando o seu uso pode ser deixado de lado para podermos descansar. Existem também pessoas que dormem assistindo TV, ou…

Você já parou pra pensar qual a última coisa que você faz antes de dormir? Talvez a resposta seja mexer no celular. É tão natural levarmos o pequeno aparelho para onde formos que não pensamos quando o seu uso pode ser deixado de lado para podermos descansar.
Existem também pessoas que dormem assistindo TV, ou trabalhando até tarde no computador ou até mesmo se atualizando sobre as notícias do dia em um tablet. Estamos cercados por eletrônicos e não percebemos o quanto estamos conectados a eles.

Em 2016, a empresa de estatísticas Statista realizou um levantamento sobre o uso de smartphones e o resultado foi espantoso: os brasileiros passam mais de quatro horas no celular e essa média é a maior do mundo!
Parece um resultado a se comemorar, mas se engana quem pensa assim. O uso de eletrônicos deve ser moderado, principalmente perto do horário que vamos dormir. O otorrinolaringologista, especialista em Medicina do Sono e Membro da Associação Brasileira do Sono, George Pinheiro, explica que uso de eletrônicos próximo ao horário de dormir pode comprometer o início do sono e até mesmo sua manutenção. ?Há influência também na ocorrência de pesadelos, principalmente em crianças?, alerta.
Isso acontece porque os eletrônicos emitem um tipo de luz de espectro azul que inibe a produção da melatonina pela glândula pineal. É como se o cérebro ficasse ?confuso? se é dia ou noite. Com isso, ele não manda a informação de liberação de melatonina no momento certo, comprometendo o início do sono.
?Portanto, diminuir a exposição a estes equipamentos uma a duas horas antes do horário de dormir, usar a função ?não perturbe? nos smartphones para evitar os disparos de luz com as notificações de mensagens e evitar televisão no quarto são medidas que impactam positivamente na melhora da noite de sono?, orienta o médico.
Controlar o uso de eletrônicos é fundamental para a qualidade de sono e para a saúde. O que acha de monitorar o uso deles na sua casa?

Veja também

Você sabe quantas horas precisa dormir?16/09/19 Você sabia que as pessoas passam um terço de suas vidas dormindo? Todo esse tempo em repouso faz parte de uma necessidade especial do nosso corpo, assim como sentir sede e fome. O sono funciona como um elemento reparador do nosso corpo. Enquanto estamos dormindo, acontece uma intensa atividade fisiológica e funcional, com a produção…...
Os benefícios do vinho para o coração09/08/18 Há tempos se ouve falar que o vinho previne doenças cardíacas, mas será que isso é realmente verdade?  O médico cardiologista Dr. Douglas Ricardo Alba explica que sim, isso realmente é possível! O especialista diz quealguns grupos de pessoas de diversos......
O OLFATO E A CONEXÃO COM A MEMÓRIA15/09/20 Provavelmente você já associou um cheiro a um momento ou lugar. Isto acontece, porque o olfato é o sentido que está mais conectado com a memória e às emoções. Desde os tempos primitivos, o olfato auxilia......

Voltar para Blog

categorias-noticias