Postado em 21 de Novembro de 2017 às 12h35

Zumbido no ouvido

Saúde (79)
 Mais de 270 milhões de pessoas sofrem de zumbido no ouvido O zumbido é uma percepção sonora involuntária devido a um transtorno em alguma parte da via auditiva, desde a orelha externa até o córtex auditivo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 278 milhões de pessoas sofrem com este problema, e…

 Mais de 270 milhões de pessoas sofrem de zumbido no ouvido

O zumbido é uma percepção sonora involuntária devido a um transtorno em alguma parte da via auditiva, desde a orelha externa até o córtex auditivo. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 278 milhões de pessoas sofrem com este problema, e segundo a pesquisa Americana – American Public Health Agency, – é o terceiro sintoma que mais causa incômodo, perdendo apenas para dor e tontura intensa.

De acordo com o fonoaudiólogo especialista em Audiologia e responsável Técnico do Centro Auditivo Comunica, Felipe Sales, os pacientes descrevem o zumbido de diversas formas, como por exemplo: barulho de panela de pressão, som do chuveiro, chiado, som de grilos, entre outros e, quando a pessoa está em um ambiente silencioso, o incômodo é ainda pior.

Ao contrário do que muitos acreditam, o zumbido não é uma doença e, sim, um sintoma que pode interferir de forma negativa na qualidade de vida das pessoas. Dependendo da sua gravidade, pode atrapalhar o sono, a concentração e, em casos mais graves pode causar a depressão profunda e riscos de suicídio.

Sales ressalta que pode ser causado pela exposição a sons intensos, acidentes, infecções de ouvido, envelhecimento, distúrbios hormonais, estresse e, também, pode estar associado com a degeneração dos ossos do ouvido médio, perda auditiva (80% dos casos), tontura, vertigem, doenças neurológicas, efeitos colaterais de medicações ingeridas sem orientação, prescrição/ ou acompanhamento médico, entre outras.

            A pessoa que possui estes sintomas deve procurar o atendimento médico para que seja definido o caminho para o tratamento do zumbido e o fonoaudiólogo para realizar os exames auditivos.

Tratamento

 

O tratamento do zumbido se dará após a avaliação do médico otorrinolaringologista. Ele indicará o melhor caminho para o tratamento do zumbido, sendo por meio da medicação e/ou através do Aconselhamento e Terapia Sonora com o uso de geradores de som. Segundo Sales, esse método não é invasivo e é realizado pelo fonoaudiólogo após o tratamento medicamentoso, não tendo efeitos colaterais e proporciona alívio imediato do zumbido.

O gerador de som faz com que o zumbido perturbador seja menos perceptível e desvia a atenção do zumbido, isto é conhecido como Terapia Sonora. Para pacientes que não possuem perda auditiva, o tratamento se dá com o uso do Gerador de Som, que é um avançado recurso interno em um equipamento auditivo que reproduz sons de natureza (como cachoeiras, mar, entre outros), indicado para o tratamento do zumbido, podendo ser utilizado para pacientes com ou sem perda auditiva, proporcionando alívio e melhora no sintoma do zumbido.

Para os pacientes que possuem perda auditiva, o tratamento se dá no uso da amplificação com o uso de aparelhos auditivos + Gerador de som, que possibilitam o aumento da atividade neuronal do cérebro reduzindo a atenção ao zumbido através do enriquecimento sonoro. ?Em conjunto com o aconselhamento, a terapia sonora é reconhecida como uma forma altamente eficaz no tratamento do mesmo?, finaliza Sales.

Veja também

Quais as frutas indicadas para diabéticos20/03/19 Quem é diabético sempre fica em dúvida quanto ao consumo de alguns alimentos. As frutas são a principal incerteza, por serem mais adocicadas naturalmente. E para tirar essa dúvida, a nutricionista Andressa Fortes Miranda indica quais os frutos podem ser consumidos tranquilamente e quais podem ser ingeridos com certo cuidado. Segundo ela, diabéticos devem cuidar…...
JUNHO VERMELHO: DOE SANGUE E SALVE VIDAS04/06/20 Um gesto explícito de solidariedade! A doação de sangue mesmo que em pequena quantidade pode realmente salvar a vida de pessoas que se submetem à procedimentos ou intervenções médicas, ou ainda tratamentos que......
POR QUE SENTIMOS CÃIBRA18/07/19 Parado, caminhando ou até mesmo dormindo. Não existe hora ou lugar para sermos acometidos por cãibras. Causadas pela prática de esportes ou por determinadas atividades profissionais, elas podem se tornar mais intensas nos dias frios, em função da musculatura......

Voltar para Blog

categorias-noticias