Postado em 24 de Outubro de 2017 às 10h45

Bruxismo: o mal do sono

Sono (47)
Quando estamos dormindo, apesar do corpo estar em descanso, nosso organismo continua a todo vapor de forma involuntária. Nesse processo do sono, também acontece o bruxismo. Uma desordem funcional que se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono, e até mesmo durante o dia, de forma inconsciente. Causas As dentistas…

Quando estamos dormindo, apesar do corpo estar em descanso, nosso organismo continua a todo vapor de forma involuntária. Nesse processo do sono, também acontece o bruxismo. Uma desordem funcional que se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono, e até mesmo durante o dia, de forma inconsciente.

Causas

As dentistas Priscila Zanetti e Lia Andressa Costa apontam algumas possíveis causas para essa desordem, entre elas: ansiedade, estresse, raiva ou tensão, alinhamento anormal dos dentes, apneia do sono, refluxos do ácido estomacal e até mesmo efeitos colaterais de alguns medicamentos psiquiátricos. Pessoas que fazem uso de cigarro, álcool, cafeína e drogas tendem a aumentar os riscos do bruxismo.

Sintomas

As dentistas falam que os sintomas do bruxismo costumam ser dor na mandíbula e/ou face, dor de cabeça, dor de ouvido, aumento da sensibilidade dentária, dentes achatados, fraturados e/ou soltos e esmalte dental desgastado, expondo as camadas internas dos dentes. A recomendação é que ao notar algum desses sintomas, um dentista deve ser procurado. Hábitos saudáveis como dormir bem, beber muita água, comer frutas e verduras e praticar exercícios físicos ajudam no prognóstico desta doença.

Tratamento

O tratamento mais indicado é o uso de uma placa noturna feita pelo dentista, que impede os dentes de ranger durante o sono. Além disso, o dentista deve restaurar os dentes danificados.

Para aliviar a dor do bruxismo, alguns cuidados devem ser tomados:

  • Aplicar gelo ou calor úmido nos músculos da mandíbula;
  • Evitar comer alimentos mais duros;
  • Beber muita água todos os dias;
  • Dormir bastante;
  • Aprender exercícios de alongamento físico para ajudar a restabelecer um equilíbrio normal da ação dos músculos e articulações de cada lado da cabeça;
  • Relaxar o rosto e músculos da mandíbula durante o dia. O objetivo é fazer do relaxamento facial um hábito;
  • Tentar reduzir seu estresse diário e aprender técnicas de relaxamento.

FONTE: Minha Vida

Veja também

Cuidados com ronco e apneia18/10/18 O ronco e a Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) são temas muito discutidos no Brasil e no mundo. Além dos transtornos sociais e psicológicos, podem trazer consequências físicas para o paciente, como hipertensão, arritmias cardíacas e AVCs. A apneia do sono é a obstrução das vias aéreas, que ocorre pela flacidez dos tecidos…...
Sonho ou pesadelo?23/12/19 Estamos dormindo cada vez menos. Essa privação de sono reduz o vigor físico, compromete a produtividade, a memória e o sistema imunológico e aumenta a chance de irritabilidade. Além disso, pode vir a causar distúrbios e pesadelos. Com certeza você já deve ter......
Higienização de travesseiros e colchões26/09/19 Você nem sonha, mas pode estar dormindo acompanhado de milhares de visitantes indesejados, como ácaros e bactérias. Eles adoram se instalar em camas e travesseiros e podem ser os piores inimigos para quem tem alergia e rinite. Mas não se preocupe, existe uma......

Voltar para Blog

categorias-noticias