Postado em 27 de Fevereiro de 2019 às 12h28

Como iniciar a introdução alimentar em bebês

Dicas (57)
Cuidar de um bebê é sempre uma surpresa. Até um período da vida deles, a alimentação é básica e sem muitas preocupações. O leite materno supre todas as necessidades alimentares da criança, auxiliando no seu crescimento saudável. Mas, quando os seis meses de idade chegam, já é possível introduzir alguns alimentos que costumamos comer no…

Cuidar de um bebê é sempre uma surpresa. Até um período da vida deles, a alimentação é básica e sem muitas preocupações. O leite materno supre todas as necessidades alimentares da criança, auxiliando no seu crescimento saudável. Mas, quando os seis meses de idade chegam, já é possível introduzir alguns alimentos que costumamos comer no dia a dia.

Segundo a pediatra, Bruna Marmith, o recomendado é manter o aleitamento materno

exclusivo até os seis meses, sem dar água, chá ou suco para a criança. ?Alguns bebês precisam de complementos, mas ele está associado ao leite materno. Após os seis meses, a introdução alimentar pode ser iniciada, partindo do princípio que a criança já tem maturidade neurológica e gastrointestinal para isso?. A pediatra alerta também para as crianças que começam a comer antes do recomendado. ?Tem mais chance de refluxo, aumenta o risco de pneumonias, por broncoaspiração. Tudo isso porque os pequenos não tem uma maturidade ainda pra fazer o movimento de deglutição e conseguir passar esse alimento da boca para o estômago?.

Os primeiros alimentos recomendados para dar para os bebês são as frutas. Elas digerem mais fácil e dão uma palatabilidade maior, por serem macias e doces. O indicado é iniciar com com uma fruta ou num lanche da manhã ou num lanche da tarde. A pediatra sugere a banana como primeira opção. ?A fruta sempre amassada, nunca bater no liquidificador. Também nunca dar mais de uma fruta por vez, ou seja, a criança não vai comer uma banana inteira na introdução alimentar?.

Após passar por esse processo com a banana e perceber que a criança aceitou bem a fruta, Bruna receita aumentar para duas papas doces por dia. ?Uma fruta de lanche da manhã e outra de lanche da tarde. Já é possível colocar outras opções, como maçã ou pera?.

Quando o bebê atingir os sete meses, as papas salgadas podem fazer parte do cardápio. ?É importante lembrar que alimento salgado não quer dizer colocar sal, a criança não precisa disso?, lembra Bruna. Por isso, as sopas com legumes amassados são uma boa opção. Ela pode ser servida no almoço, numa quantidade calculada conforme o peso da criança. Porém, apesar de a sopa ser fácil para a criança digerir, a pediatra alerta que no futuro o bebê irá ter dificuldade de aceitar os alimentos que estavam nela separados, isso porque ele não sentia o gosto individual deles. ?Oferecer também os alimentos separados e o alimento praticamente de forma inteira para a criança é importante, pois ela irá descobrir o formato e gosto do alimento?, orienta.

Ao montar o cardápio também precisa levar em conta quatro itens essenciais para o crescimento da criança. Durante as refeições, o prato precisa ter carboidratos, verduras, proteínas e legumes. ?Quanto mais variado, mais colorido e mais textura tiver, melhor para o desenvolvimento da criança, tanto nutricionalmente quando neurologicamente?, explica a pediatra Bruna.

Veja também

Qual o melhor açúcar?09/08/19 Seja para adoçar o café ou fazer um bolo, o açúcar é um produto alimentício que não falta na casa das pessoas. Se formos no mercado, iremos encontrar várias opções de açúcar e, a princípio, irão parecer todas iguais. Porém, a diferença está em sua matéria-prima e composição nutricional. De acordo com a sua característica,…...
Por que roncamos?04/12/19 Com certeza você já deve ter perdido o sono por causa do ronco do seu companheiro. Ou mesmo por não conseguir dormir devido a obstrução nasal. Segundo estimativas, cerca de 54% da população adulta sofre de ronco, principalmente pessoas obesas, idosas e......
Queda de cabelo é mais comum do que se imagina14/04/18 É muito comum ouvirmos pessoas falando que estão sofrendo com queda de cabelo. Os relatos falam da queda na hora do banho, de pentear e que os travesseiros estão cheios, repletos de fios. Antes de se desesperar e sair em busca de remédios e shampoos......

Voltar para Blog

categorias-noticias