Postado em 19 de Setembro de 2019 às 12h57

DISTÚRBIOS DO SONO

Sono (58)Saúde (82)
Você sabia que cerca de 30% da população mundial têm dificuldade de dormir ou de manter um sono contínuo? Essa privação de sono está relacionada a diversas doenças, como ansiedade, depressão, dores crônicas, bruxismo, apneia do sono e demais problemas. Segundo uma pesquisa realizada pela Royal Phillips, empresa líder global em tecnologia de saúde, um…

Você sabia que cerca de 30% da população mundial têm dificuldade de dormir ou de manter um sono contínuo? Essa privação de sono está relacionada a diversas doenças, como ansiedade, depressão, dores crônicas, bruxismo, apneia do sono e demais problemas.
Segundo uma pesquisa realizada pela Royal Phillips, empresa líder global em tecnologia de saúde, um sono de qualidade ainda é um objetivo distante para as pessoas. O estudo entrevistou adultos de 12 países, entre eles o Brasil, e capturou atitudes, percepções e comportamentos durante o sono.
Os resultados brasileiros mostraram que 69% dos adultos acreditam que o sono tem um forte impacto na saúde e bem-estar, mas apesar disso, 36% têm insônia recorrente e 52% dos entrevistados reportam que dormem mais tempo durante os fins de semana, com a ideia de “colocar o sono em dia”. Além disso, essa ideia de repor o sono não funciona, conforme outros estudos científicos comprovaram.
A partir deste resultados e de outros estudos realizados por centros de pesquisas, a medicina do sono já catalogou mais de 90 transtornos. Os mais comuns são:
Apneia do sono – uma obstrução total ou parcial do fluxo de ar na garganta enquanto se dorme, o que não deixa o sono ser reparador;
Insônia – ou seja, dificuldade de pegar no sono ou permanecer desligado;
Bruxismo – o aperto involuntário dos dentes. Geralmente se acorda com dor na mandíbula.
Sonambulismo – Falas desconexas e movimentos realizados sem consciência;
Pernas inquietas – Necessidade irresistível de movimentar os membros inferiores para aliviar uma sensação desagradável que não deixa dormir.

Cada um deles apresentam diferentes características, como dificuldade de adormecer ou permanecer dormindo, problemas para permanecer acordado, problemas para conseguir manter uma rotina regular de sono e comportamentos incomuns durante o sono. Tudo isso atrapalha a qualidade do sono, essencial para restabelecermos as energias necessárias para realizar as tarefas da vida.
Se você já percebeu alguns desses problemas citados acima ou tem qualquer outra dificuldade para dormir, deve procurar um médico especialista para que seja feita uma avaliação. Um sono de qualidade é uma conquista para se ter uma vida saudável!

________________________________________________________________

EKO’7

 

Veja também

Sonho lúcido: saiba como é possível controlar seus sonhos15/12/20 Despertar no meio da noite assustado, meio perdido, até perceber que tudo não passou de um sonho. Tem noites que você acorda muitas vezes, e quando volta a dormir, um novo pesadelo te atormenta. O que poucas pessoas sabem, é que existem uma maneira de "controlar seus sonhos", ou como chama a técnica, ter sonhos lúcidos. Isso acontece quando há......
Brasil teve aumento no consumo de bebidas alcoólicas17/02 Uma taça de vinho ou uma cerveja no almoço de domingo para muitas famílias brasileiras são como uma tradição. Com exceção dos casos onde a bebida alcoólica é consumida com......
O frio chegou e com ele as alergias respiratórias: saiba como evitar03/07/19 O inverno começou no dia 21 de junho. Os casacos já não ficam mais guardados no armário e muitas casas já começam ser aquecidas com o fogão a lenha. Acompanhado das baixas temperaturas, alergias e doenças respiratórias aumentam nesta época do ano. Gripe,......

Voltar para Blog

categorias-noticias