Postado em 10 de Fevereiro às 15h04

Não é sobre dieta, é sobre autocuidado e qualidade de vida

Alimentação (48)

Engana-se quem pensa que alimentação saudável se refere ao emagrecimento ou dieta. A ideia de se alimentar bem somente para alcançar resultados na balança deve ser deixada de lado, para dar espaço a relação saudável com os alimentos. De acordo com a nutricionista, Gizelli Mariani as pessoas estão muito focadas na busca pelo corpo perfeito, em emagrecer, e esquecem do verdadeiro sentido da alimentação correta, que é para qualidade de vida e longevidade.

"Para ter uma alimentação saudável você tem que se sentir bem emocionalmente, ter prazer com aquilo que você vai comer", afirma Gizelli. Esse bom convívio com o alimento pode evitar compulsões, e auxiliar no encontro de equilíbrio entre os grupos alimentares. Afinal, a compulsão é uma doença e pode ser desencadeada através de dietas erradas.

A nutricionista explica, que a rigidez, ou privação de determinados alimentos provoca mais desejo, e como consequência, em alguns casos, se desenvolve a compulsão, que nada mais é do que o desejo de comer, embora já satisfeito. Outra questão é o excesso de comida pelo conforto emocional, Gizelli esclarece que alguns estudos mostram que mudanças emocionais podem ser um gatilho, e muitas vezes, o ato de comer vira um momento de aconchego.

O estresse, assim como problemas com a imagem corporal também são fatores que podem estimular um episódio de compulsão alimentar. Portanto, a profissional alerta sobre alguns dos sintomas: comer mais rápido do que o normal, comer mesmo sem fome, continuar comendo mesmo quando já se sente saciado, comer escondido e sentir culpa pelo exagero.

De acordo com Gizelli, é importante saber que não há uma perfeição alimentar: “A questão é você se sentir bem, essa é a tua perfeição. Equilibrar o bem físico e mental é complicado, nem todo mundo consegue. É preciso lembrar que, além de uma boa alimentação, para ter uma vida melhor e mais longa, a Organização Mundial da Saúde, recomenda ao menos 30 minutos de atividade física por dia”.

Um bom convívio com o alimento

O Ministério da Saúde faz indicações que auxiliam em direção à alimentação saudável, entre elas, a realização de ao menos três refeições diárias, e dois lanches saudáveis. Porções de comidas do grupo alimentar de cereais, tais como: arroz, milho, trigo, pães e massas. A inclusão de legumes e verduras como parte das refeições, e também as frutas nos lanches.

Uma comida que faz parte da vida de muitos brasileiros, o famoso feijão e arroz pode ser consumido todos os dias, ou ao menos cinco vezes por semana. De acordo com a instituição, o prato é uma combinação repleta de proteínas e faz bem à saúde. Outras recomendações são: evitar refrigerantes, sucos industrializados, bebidas alcoólicas e fumo, biscoitos e guloseimas gerais, diminuir a quantidade de sal na comida, e beber ao menos dois litros de água por dia.

Agora que você já sabe como ter uma convivência mais agradável com sua alimentação, que tal começar a colocar em prática? Pratique o bem-estar com a Eko'7. 

  • EkoSaúde - Informação que promove saúde, bem-estar e qualidade de vida -

Veja também

Café da manhã, refeição essencial!16/06/17 Acordar com tempo para se deliciar com um bom café da manhã é uma receita de saúde e qualidade alimentar. Afinal, a principal refeição do dia é o café da manhã. De acordo com a nutricionista Monique Zanini, quando nos alimentamos adequadamente pela manhã, iniciamos o dia mais dispostos para o trabalho, estudos entre outros…...
Ervas Naturais e tratamentos alternativos.22/05/17 A natureza é uma importante fonte de elementos e ingredientes que proporcionam saúde e qualidade de vida para as mais variadas doenças e complicações. As soluções naturais tornam-se uma opção cada vez mais frequente na busca por tratamentos e curas......
Chocolate nosso de cada dia15/08/17 O chocolate por muito tempo foi considerado o principal inimigo das dietas e da saúde das pessoas. Mas uma pesquisa italiana, divulgada no periódico Fronties in Nutrition, revelou que o consumo de pequenas doses diárias do doce pode, na verdade, ajudar a......

Voltar para Blog

categorias-noticias