Postado em 17 de Maio de 2018 às 15h15

O cálculo do IMC é válido para todos?

Saúde (85)
Ouvimos muito falar do cálculo do Índice do Massa Corporal (IMC). Quando vamos à academia pela primeira vez é comum que o educar físico nos pese e verifique nossa altura para calcular esse índice. Mas para que ele serve? Os números estão sempre corretos? O educador físico Felipe Saretta comenta que este método avaliativo foi…

Ouvimos muito falar do cálculo do Índice do Massa Corporal (IMC). Quando vamos à academia pela primeira vez é comum que o educar físico nos pese e verifique nossa altura para calcular esse índice. Mas para que ele serve? Os números estão sempre corretos?

O educador físico Felipe Saretta comenta que este método avaliativo foi desenvolvido para sabermos o “peso ideal”, onde o indivíduo é classificado em alguns grupos como: magreza, saudável, sobrepeso, obesidade grau I, obesidade grau II (severa), obesidade grau III (mórbida).

            Para saber em qual grau estamos, é necessário fazer o cálculo a partir dos dados da massa e estatura de cada pessoa. A determinação se dá pela divisão da massa pela estatura ao quadrado (peso/altura²). Para estar dentro do peso ideal, o resultado deste cálculo deve ficar entre 15,5 e 24,99

                Mas atenção! É possível que mesmo que esse número seja maior, você esteja totalmente saudável e dentro do seu peso. Isso pode acontecer pois o IMC não leva em consideração a massa magra que está livre de gordura, além de massa óssea. Essa conta considera a massa do indivíduo como um todo. Felipe traz um exemplo prático: ?se o indivíduo possui uma massa de 100kg, um percentual de gordura de 10% e estatura de 1,75m seu IMC será 32, classificado como obeso, mesmo o indivíduo possuindo um baixo percentual de gordura corporal?.

Se o objetivo da consulta for mensurar o índice de massa de uma grande população, para obter uma porcentagem de como está o grau de nutrição da população em estudo, este é um método muito válido. Mas, caso a consulta seja para verificar como está a composição corporal de cada indivíduo, analisando a massa muscular livre de gordura e o percentual de gordura corporal, não pode ser considerado um método válido.  Fica para os profissionais analisarem se este teste se encaixa para seus alunos. E não esqueça: procure profissionais qualificados para cuidarem da sua saúde.

Veja também

Cansaço fora do normal? Doenças podem causar essa sensação21/05/20 Costumamos associar o cansaço com o excesso de trabalho, de tarefas domésticas, de atividades físicas ou até mesmo com uma noite mal dormida. Porém, quando essa sensação de fadiga persiste por vários dias consecutivos, pode ser um indicativo de que seu organismo não está muito bem. Quando isso acontece, é um sinal do surgimento de......
Sem tabu: a importância da saúde mental29/01/21 A internet trouxe para o mundo milhares de oportunidades, entre tantas coisas, o fácil e rápido acesso à informação pode ser destacado. Centenas de sites de notícias e blogs foram criados, concedendo espaço......

Voltar para Blog

categorias-noticias