Postado em 03 de Julho de 2019 às 11h51

O frio chegou e com ele as alergias respiratórias: saiba como evitar

Saúde (85)
O inverno começou no dia 21 de junho. Os casacos já não ficam mais guardados no armário e muitas casas já começam ser aquecidas com o fogão a lenha. Acompanhado das baixas temperaturas, alergias e doenças respiratórias aumentam nesta época do ano. Gripe, rinite e resfriado são alguns exemplos e normalmente apresentam sintomas que vão…

O inverno começou no dia 21 de junho. Os casacos já não ficam mais guardados no armário e muitas casas já começam ser aquecidas com o fogão a lenha.

Acompanhado das baixas temperaturas, alergias e doenças respiratórias aumentam nesta época do ano. Gripe, rinite e resfriado são alguns exemplos e normalmente apresentam sintomas que vão de febre, tosse, dor de garganta, dor de cabeça e dor muscular.

Esse mal-estar pode ser causado pela baixa umidade, ar frio, contato com ácaros de roupas guardadas, ambientes fechados e ventilação reduzida, que facilitam a transmissão de vírus, bacilos e fungos, agentes causadores dessas enfermidades típicas da estação.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 3,5 milhões de pessoas ao ano sejam comprometidas pela gripe. Tendo em vista esse número, o Ministério da Saúde brasileiro realiza campanhas de vacinação para prevenção. Neste ano, até o início do mês de junho, mais de 47 milhões de pessoas foram imunizadas, dentre o grupo prioritário que conta com crianças, gestantes, idosos e hipertensos. A escolha do público prioritário no País segue a recomendação da OMS, por serem grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Além disso, os sintomas são tão parecidos que fica difícil diferenciar se é gripe, resfriado ou rinite. Com isso, muitas vezes as pessoas se automedicam e esse não é o caminho mais indicado. Quando os sintomas persistem e são muito fortes, a procura por orientação médica é o recomendado, pois o tratamento mais efetivo será indicado pelo profissional.

E se a questão é prevenir antes de receber a visita dessas doenças de inverno, atitudes como as abaixo podem ser tomadas no dia a dia.

  • Lavar as mãos várias vezes ao dia
  • Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir
  • Deixar o ambiente em que está arejado
  • Evitar contato com pessoas infectadas
  • Usar umidificador de ar quando o tempo estiver muito seco
  • Ter uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes
  • Manter-se hidratado.

 

Veja também

RAZÕES PARA CONSUMIR MAIS CHÁ06/05/21 Para ajudar a dormir, para aliviar dores, para acalmar… Existem diversos tipos de chás, e cada um age de forma diferente no corpo humano. Em países como a Índia, China, Turquia, Marrocos e Reino Unido o consumo do chá é um costume antigo, e aqui no Brasil, a bebida ganhou mais espaço nos últimos anos, tornou-se quase um ritual e sinônimo de......
Musculação para o tratamento da Artrose27/11/19 A artrose piora progressivamente com o tempo, e não existe cura, mas os tratamentos podem retardar a progressão da doença. Segundo dados do Ministério da Saúde, a artrose atinge 15 milhões de pessoas no Brasil. Dados da Organização Mundial da Saúde apontam......
Cansaço fora do normal? Doenças podem causar essa sensação21/05/20 Costumamos associar o cansaço com o excesso de trabalho, de tarefas domésticas, de atividades físicas ou até mesmo com uma noite mal dormida. Porém, quando essa sensação de fadiga persiste por vários......

Voltar para Blog

categorias-noticias