Postado em 03 de Julho de 2019 às 11h51

O frio chegou e com ele as alergias respiratórias: saiba como evitar

Saúde (77)
O inverno começou no dia 21 de junho. Os casacos já não ficam mais guardados no armário e muitas casas já começam ser aquecidas com o fogão a lenha. Acompanhado das baixas temperaturas, alergias e doenças respiratórias aumentam nesta época do ano. Gripe, rinite e resfriado são alguns exemplos e normalmente apresentam sintomas que vão…

O inverno começou no dia 21 de junho. Os casacos já não ficam mais guardados no armário e muitas casas já começam ser aquecidas com o fogão a lenha.

Acompanhado das baixas temperaturas, alergias e doenças respiratórias aumentam nesta época do ano. Gripe, rinite e resfriado são alguns exemplos e normalmente apresentam sintomas que vão de febre, tosse, dor de garganta, dor de cabeça e dor muscular.

Esse mal-estar pode ser causado pela baixa umidade, ar frio, contato com ácaros de roupas guardadas, ambientes fechados e ventilação reduzida, que facilitam a transmissão de vírus, bacilos e fungos, agentes causadores dessas enfermidades típicas da estação.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 3,5 milhões de pessoas ao ano sejam comprometidas pela gripe. Tendo em vista esse número, o Ministério da Saúde brasileiro realiza campanhas de vacinação para prevenção. Neste ano, até o início do mês de junho, mais de 47 milhões de pessoas foram imunizadas, dentre o grupo prioritário que conta com crianças, gestantes, idosos e hipertensos. A escolha do público prioritário no País segue a recomendação da OMS, por serem grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Além disso, os sintomas são tão parecidos que fica difícil diferenciar se é gripe, resfriado ou rinite. Com isso, muitas vezes as pessoas se automedicam e esse não é o caminho mais indicado. Quando os sintomas persistem e são muito fortes, a procura por orientação médica é o recomendado, pois o tratamento mais efetivo será indicado pelo profissional.

E se a questão é prevenir antes de receber a visita dessas doenças de inverno, atitudes como as abaixo podem ser tomadas no dia a dia.

  • Lavar as mãos várias vezes ao dia
  • Cobrir o nariz e a boca ao espirrar ou tossir
  • Deixar o ambiente em que está arejado
  • Evitar contato com pessoas infectadas
  • Usar umidificador de ar quando o tempo estiver muito seco
  • Ter uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes
  • Manter-se hidratado.

 

Veja também

ATENÇÃO PLENA: prática mindfulness pode elevar a qualidade de vida09/12/20 Se aproxima a hora de dormir e a ansiedade chega junto. A Eko'7 realizou recentemente uma pesquisa com cerca de 250 pessoas, 46,1% delas responderam que a ansiedade é o problema que mais afeta o seu sono, na sequência aparecem as dores, com 37,8%, e insônia, com 24,3%. Queremos lhe ajudar a ter boas noites de sono, por isso, a pauta de hoje vai abordar sobre mindfulness e seus......
Celular: um inimigo para a nossa saúde?11/12/18 O celular faz parte da nossa rotina. Ao acordar e começar as atividades do dia, ele nos faz companhia, nos atualizando das notícias do mundo e dos amigos, através das redes sociais e dos sites de notícias. O pequeno aparelho oferece tudo o que precisamos, com......
Como prevenir a dor nas costas30/01/19 Vários são os motivos que podem originar dor nas costas.  Como cada caso é diferente, é preciso buscar um especialista para obter o diagnóstico correto e o melhor tratamento. "De maneira geral, a lombalgia é um problema postural, cuja causa é uma má......

Voltar para Blog

categorias-noticias