Postado em 09 de Agosto de 2018 às 13h02

Os benefícios do vinho para o coração

Alimentação (46)Bem-Estar (62)
Há tempos se ouve falar que o vinho previne doenças cardíacas, mas será que isso é realmente verdade?  O médico cardiologista Dr. Douglas Ricardo Alba explica que sim, isso realmente é possível! O especialista diz quealguns grupos de pessoas de diversos países, que consomem vinho, vivem mais em comparação às pessoas que não têm o…

Há tempos se ouve falar que o vinho previne doenças cardíacas, mas será que isso é realmente verdade? 

O médico cardiologista Dr. Douglas Ricardo Alba explica que sim, isso realmente é
possível! O especialista diz quealguns grupos de pessoas de diversos países, que consomem vinho, vivem mais em comparação às pessoas que não têm o hábito de consumo. Mas é preciso atenção na hora de escolher a garrafa, pois esses benefícios estão principalmente ligados aos vinhos do tipo tinto.

Dr. Douglas fala que a maioria dos efeitos protetores da bebida estão relacionados à redução de placas que ficam nas coronárias, os vasos que levam o sangue até o coração. Essas placas são uma mistura de gordura com cálcio que quando acumuladas nesta região, podem causar o estreitamento das artérias eaté mesmo o Infarto cardíaco.

MAIS PROTEÇÃO

De acordo com o cardiologista, o consumo do vinho aumenta a produção do HDL, o famoso colesterol bom, além de ter algumas propriedades anticoagulantes, que reduzem os riscos de coagulação do sangue.

As propriedades benéficas do vinho vão além de reduzir o colesterol ruim. Ele apresenta
os polifenóis que são antiinflamatórios naturais, que combatem os radicais livres e ativadores dos mecanismos do infarto. A bebida de ?Baco?, Deus do vinho, além de ser saudável possui muitas características de sabor e paladar que agradam estudiosos do mundo inteiro.

A dose recomendada não deve passar de 100ml, quatro vezes por semana, essa quantidade já é suficiente para trazer os benefícios, uma vez que se usada em excesso pode ser prejudicial. Os efeitos nocivos vão do aumento da pressão arterial, insuficiência cardíaca, infarto do coração e em situações extremas a cirrose.

E fica o alerta: quem tem vício em bebidas alcoólicas não deve usar essa medida como preventiva. ?A sociedade Americana de cardiologia não recomenda o consumo de álcool como medida preventiva para diminuir o infarto?, lembra o médico cardiologista, Douglas Alba.

Veja também

Jejum intermitente é saudável?02/05/18 Você já experimentou a sensação de ficar horas sem comer? E quase um dia inteiro? É o que sugere o chamado jejum intermitente, a dieta da moda que propõe longos períodos, de até 24 horas, sem ingerir alimentos. Segundo especialistas, esse tipo de dieta é uma estratégia nutricional, que pode ser utilizada dependendo do objetivo…...
O OLFATO E A CONEXÃO COM A MEMÓRIA15/09/20 Provavelmente você já associou um cheiro a um momento ou lugar. Isto acontece, porque o olfato é o sentido que está mais conectado com a memória e às emoções. Desde os tempos primitivos, o olfato auxilia......
Avós e netos: uma ligação importante21/11/18 Os avós são como pais em dobro para os netos. Ser avô e avó é amar um filho pela segunda vez e ter mais uma oportunidade de participar do desenvolvimento de uma pequena vida. Entretanto, um ditado sempre vem a tona sobre isso também, que é ?os avós estragam......

Voltar para Blog

categorias-noticias