Postado em 10 de Outubro de 2017 às 11h31

Por quê bocejamos?

Bem-Estar (63)
Ao ver alguém abrir a boca para bocejar, é inevitável que a ação se repita por você ou alguém que está por perto. Ao ler a palavra bocejo, neste instante, algumas pessoas podem estar de boca escancarada, praticando o ato de bocejar.  Mas, o que isso significa? Por quê sentimos essa imensa vontade de bocejar…

Ao ver alguém abrir a boca para bocejar, é inevitável que a ação se repita por você ou alguém que está por perto. Ao ler a palavra bocejo, neste instante, algumas pessoas podem estar de boca escancarada, praticando o ato de bocejar.  Mas, o que isso significa? Por quê sentimos essa imensa vontade de bocejar quando vemos o outro fazendo?

A psicóloga Thaíse Kunzler explica que o nosso corpo induz o bocejo para obter mais oxigênio e retirar o acúmulo de dióxido de carbono, resfriando o cérebro e aumentando a frequência cardíaca. Serve como um alerta que o corpo faz para despertar. Segundo a psicóloga, esse ato é considerado um dos comportamentos humanos mais esquisitos, justamente por ter essa característica de transmissão contagiosa. O médico neurologista e também criador da psicanálise, Sigmund Freud, observou que possuímos pouco controle sobre nossas ações, ou seja, na maior parte do tempo, somos irracionais.

Thaíse conta que a Universidade de Parma, na Itália, nomeou células inteligentes do nosso cérebro de neurônios-espelhos. Essas células se ativam quando experimentamos emoções. Algumas pesquisas apontam que o bocejo é causado por esses neurônios, presentes no córtex pré-frontal, que ao serem ativados criam modificações corporais, alterando a química do corpo e se propagando independentemente da nossa vontade.

Já a Universidade de Maryland, que fica nos Estados Unidos, considera que o bocejo está relacionado com comportamento empáticos, sociais e imitativos, e quanto maior a sensibilidade do córtex motor primário, maior a probabilidade de bocejar por contágio. A lógica de sobrevivência é o que faz ativar os neurônios espelhos para nos tornar mais aptos a desenvolvermos conexão e vínculo emocional.

Em resumo, existem várias respostas para o acontecimento do bocejo. Apesar disso, ele ainda continua sendo um mistério para muitos cientistas que estudam nosso cérebro. Uma coisa é certa, sempre que você ver alguém bocejar, como em passe de mágica, estará fazendo a mesma coisa. E você? Quantas vezes bocejou enquanto lia esse texto?

Veja também

Amamentação: amor que sai do peito19/01/18 Amamentação: amor que sai do peito Após a divulgação do estudo chamado "Primeiros 1000 dias", que concluiu que o perfil metabólico da pessoa é constituído nessa fase da vida, a alimentação ganhou mais espaço nos debates sobre saúde preventiva nos últimos anos. O estudo compreende desde o dia da concepção até os 24 meses de…...
Dormir com o pet auxilia na qualidade do sono?25/10/19 Ter um animal de estimação em casa é ter a certeza de que sempre terá um companheiro. Os bichanos oferecem carinho e trazem alegria. Muitas pessoas encontram neles uma fonte de desestresse. E não estão errados. Essa conexão entre humano e animal tem uma......
Como escolher um colchão de qualidade?19/08/19 Para ter uma boa noite de sono, um colchão de qualidade faz toda a diferença. Mas, como saber qual é a melhor opção? Existem tantos modelos que fica difícil saber qual formato é o adequado para a nossa saúde. Pensando nisso, a dica primordial na hora de......

Voltar para Blog

categorias-noticias