Postado em 08 de Setembro de 2022 às 10h45

Setembro Verde: Doe órgãos, doe vida!

Datas Comemorativas (38)

O Brasil é o segundo país que mais transplanta no mundo, atrás somente dos Estados Unidos, se considerarmos os números absolutos, e mesmo assim as filas de espera para receber um órgão são longas. Uma matéria divulgada pela CNN Brasil, afirma que 88% dos procedimentos de transplantes são financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No mês de setembro campanhas se voltam para lembrar a importância de conversar sobre doação de órgãos, e como isso pode salvar vidas.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2018, foram realizados 8.853 transplantes de coração, fígado, pâncreas, pulmão e rim (sendo este o responsável por maior quantidade: 5.999); 14.778 de córnea e 2.877 de medula óssea, totalizando 26.518 transplantes total naquele ano. Em 2019, ainda haviam 40 mil pessoas na lista de espera.

A realidade desses número pode ser mudada com uma simples conversa, e é por isso que a campanha Setembro Verde busca incentivar o assunto entre as famílias. Vale lembrar que existem duas formas de doação: doador vivo, que concorda com doação de rins, parte do fígado, medula óssea ou do pulmão; e também a doação por morte encefálica irreversível.

No segundo caso, a decisão fica por conta da família, por isso é importante sempre deixar claro suas intenções quanto a doação, a autorização para retirada dos órgãos precisa ser escrita e assinada pelos familiares. Uma pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), mostra que o principal motivo que impede a doação no Brasil, é justamente a recusa familiar.

Em 2021, de acordo com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), 43% das famílias que tiveram parentes com morte encefálica comprovada, recusaram a doação. Especialistas analisam que isso se deve a desinformação, ou em alguns casos, fatores religiosos.

Portanto, se você reconhece a doação de órgãos como uma forma de ajudar outras pessoas a continuarem suas vidas com mais qualidade, converse com seus amigos e família, explique o seu posicionamento e quem sabe poderá também convencê-los da importância de ser doador. 

  • EkoSaúde - Informação que promove saúde, bem-estar e qualidade de vida -

Veja também

Novembro Azul: um toque pela vida11/11/17 Novembro Azul: um toque pela vida Todos os anos, no mês de outubro a campanha Outubro Rosa movimenta o mundo todo no combate ao câncer de mama. No mês de novembro a cor que ganha destaque é o azul, por conta de outro movimento que busca combater e conscientizar os homens sobre uma doença muito…...
Junho vermelho: por mais doadores de sangue02/06/21 E se você pudesse salvar vidas? De acordo com matéria divulgada, em 2019, pelo Ministério da Saúde, cada bolsa de sangue doada, pode salvar até quatro vidas. Ou seja, se você se encaixa no perfil apto para......

Voltar para Blog

categorias-noticias